Blog do
Marcelo Ramos

Siga Nas Redes:

Convidados

Ciência de Dados no Combate a Corrupção.

Como a ciência de dados pode ajudar a combater a corrupção em todos os seus níveis? Eu respondo com a ...

Leia Mais

Imagem do Dia

Humor

R$ 73,5 milhões!


No meu artigo semanal escrevi sobre o que chamei de "Teoria do Cobertor Curto", tratando da realidade dos municípios brasileiros onde os recursos orçamentários são insuficientes para enfrentar as demandas e responsabilidades.

Pela teoria, com o cobertor curto é preciso encolher o corpo (economizar no custeio) e escolher as partes mais sensíveis do corpo para proteger (acertar nas prioridades).

Após escrever o artigo, a curiosidade levou-me a analisar a execução orçamentária da Prefeitura de Manaus em 2014 para avaliar as prioridades. Os números são estarrecedores.

É certo que o transporte público é um dos principais problemas da cidade. É certo também que o prefeito vive a reclamar as dificuldades orçamentárias do município.

Assim, pela teoria do cobertor curto, faltando recursos para enfrentar todos os problemas, o caminho é escolher os principais e canalizar recursos para eles. Transporte coletivo certamente é um dos principais.

Acontece que na execução orçamentária de 2014 a Prefeitura gastou  R$ 22.465.783,35 com a SMTU (transporte coletivo) e absurdos R$ 73.457.007,54 com a SEMCOM (Comunicação).

É como se um paciente precisando de um transplante pra não morrer, decidisse usar suas economias para uma cirurgia plástica.

São essas decisões equivocadas que comprometem as finanças dos governos sem oferecer as devidas contrapartidas ao cidadão contribuinte.

Marcelo Ramos

Frase do Dia

"Gestão, eficiência, austeridade e controle das contas públicas são a receita para uma cidade que presta bons serviços ao seu povo."

- Marcelo Ramos

TV do Marcelo

Povo no WhatsApp

"Devemos escolher um representante pelo que ele fez, não pelo que irá fazer."

Anderson Santos

Clube do Livro

Arquivo